24 de ago de 2011

1º ACAMPAMENTO DA TROPA SÊNIOR

Neste último final de semana, nos dias 19, 20 e 21 de agosto, realizamos o 1º Acampamento de Tropa Sênior do G. E. Cisne. Foi uma experiência muito boa, apesar da chuva. Nossos seniores e guias se divertiram e trabalharam bastante.

Nossa tropa foi muito bem acolhida pelo 161º G. E. Ar Cap Capl VICENTE AGUIAR, que nos disponibilizou sua sede, no interior da Base Aérea de Santos, no Guarujá. 

Chegamos à Base por volta das 15h30 da sexta-feira, dia 19, e iniciamos a montagem do campo.

Chegada à Base Aérea de Santos (NUBAST)
Na sede do Vicente Aguiar
Início oficial do Acampamento
Tropa Sênior Mista PEAPUÃ (Caminho das Montanhas)

Sênior não anda, corre!

Montamos o campo na entrada do Bosque, já com um clima bem mateiro.

Montagem do subcampo masculino
Após a montagem do campo, foi feita a montagem das pioneirias de cozinha, porém próximo à cozinha da sede, onde foi instalada a cozinha da chefia. As patrulhas se empenharam bastante. Demorou, mas, valeu a pena. Fizeram um bom trabalho e puderam preparar o jantar.

  









 


Finalmente, depois de muito trabalho, o delicioso jantar!

Durante os preparativos uma ventania já começou a nos dar indícios de chuva, mas, ainda estava tudo sob controle. Após tudo limpo e arrumado, já bastante cansados, seniores e guias puderam, finalmente, descansar em suas barracas.

Na madrugada a chuva começou, e, em pouco tempo, já mostrou que não estava querendo ir embora tão cedo!

Pela manhã, o saldo não foi muito favorável: a chuva fez questão de visitar TODAS as barracas. Havia colchonetes, sacos de dormir, cobertores, mochilas, roupas, sapatos, molhados. Alguns, encharcados! E, como não havia indícios de melhorar o tempo, a única saída foi transferir tudo para dentro do salão, na sede do Vicente Aguiar. Nisso também recebemos apoio da CINFAI (Cia de Infantaria Aeronáutica Isolada) que nos emprestou algumas macas de campanha para utilizarmos como isolantes térmicos. Show de Bola! Ninguém passou frio à noite.

Após arrumarmos tudo, já estávamos pensando em readequar a programação, quando o Chefe Rinaldo, do Vicente Aguiar, veio nos ajudar e propôs mantermos a ideia da comida mateira para o almoço. Assim, com sua experiência e prestatividade, pudemos providenciar uma comida mateira, mesmo debaixo de chuva.


 

Só que tivemos um outro problema: também estávamos experimentando a receita (arroz na moranga) pela primeira vez. Depois de mais ou menos três horas na brasa a moranga estava cozida e nem sinal da água ferver :-(

A solução foi retirar o arroz e cozinhá-lo separadamente. Pelo menos, todo mundo comeu bem!
A fome continua sendo o melhor tempero!!!

Com todo mundo de barriga cheia pudemos explorar e conhecer a Base Aérea. Aproveitamos para fazer um adestramento em orientação e navegação com bússola. A tropa recebeu alguns azimutes para percorrer, e, assim, todos puderam conhecer a maior parte da Base e verificar, inclusive, o lamentável estado das áreas desativadas. Que dó!! Que dó!! Que dó!!!


À noite, depois de um saboroso jantar, uma Lamparada substituiu nosso Fogo de Conselho. Mas, para manter o clima de magia e mistério, fica aqui apenas uma imagem:


E, no final das atividades, o merecido descanso.

 

No domingo, último dia de acampamento, dia de atividade normal no Vicente Aguiar, tivemos a oportunidade de integrar a Tropa Sênior Cavaleiro e realizar, em conjunto, uma atividade muuuuiiito legal!



Saúde, alegria... Flexão todo dia!

Nossos jovens, integrados em novas patrulhas, com elementos dos dois Grupos, foram divididos em duas equipes, cada uma com duas patrulhas e realizaram, no primeiro momento, uma busca, onde uma equipe se escondeu na mata do "Morro do Careca", enquanto a outra os procurava, invertendo-se os papéis, depois.



 



O primeiro desafio: subir o morro

Trabalhando em equipe, a gente consegue
  

A vista, do alto do morro, é muuuuito bonita!!!



A cabeceira da pista...

Aqui, mais de perto.

Na outra ponta, os hangares e a torre.

Do outro lado, o Porto de Santos
E a atividade continuava...

  


 




Chefes Vanessa e Jefferson, valeu pelo apoio!
A galera toda reunida
Na segunda parte da atividade, ainda no alto do morro, foi feita uma simulação onde um elemento de cada patrulha (o mais pesado, óbvio) teria se machucado e necessitaria ser socorrido. Então, cada patrulha, usando os meios de fortuna, deveria carregar esse seu elemento, morro abaixo, até a sede do Grupo. Não foi nada fácil!!!!


 



 


 


 





 


 


 


Finalmente, chegamos à sede. Todos estavam muuuito cansados e muuuuuiiiiitooo molhados, mas, com a satisfação da missão cumprida. O desafio foi aceito e levado a um bom termo.
Parabéns Peapuã!
Parabéns Cavaleiro!


Aqui termina o nosso acampamento. Foi, mais uma vez, uma grande e inesquecível experiência para todos nós, chefia e membros juvenis.





Depois de tudo isso só nos restou arrumar as mochilas e embarcar de volta pra casa. Mas, não poderíamos ir embora sem antes apresentar a praia para os nossos jovens Diogo e Lauro.









Nossos sinceros agradecimentos a todos do G. E. Ar Cap Capl Vicente Aguiar, em especial aos Chefes Jefferson, Vanessa e Rinaldo, ao Cmt da Base Aérea de Santos, Maj Av Alexandre, e ao Cmt da CINFAI, Cap Inf Vinícius, e a todos que colaboraram e apoiaram a realização desse acampamento.


GRATO! GRATO! GRATÍSSIMO!