29 de jun de 2012

TRABALHO EM EQUIPE

Amarras, construção de pioneiria, trabalho em equipe, determinação. Isso é Escotismo!









NO ESTILO PQD

No dia 13 de junho, enquanto a Tropa Sênior tentava acender uma fogueira com lenha toda molhada, devido às chuvas dos dias anteriores, a Tropa Escoteira realizou um trabalho de "Ginástica com Toros", voltado ao desenvolvimento físico,  buscando trabalhar vigor físico, coordenação motora e trabalho em equipe, bem no estilo PQD.





   



28 de jun de 2012

O MÊS DE MAIO DE 2012


Os dois focos das atividades desenvolvidas neste mês foram Trabalho em Equipe e Técnicas Mateiras, temas que sempre precisam ser trabalhados. O primeiro por conta de que a maioria dos jovens Cisnes parece ter crescido alheia a tudo que os cerca, ou seja, parece que para eles, o importante é o próprio umbigo (obviamente, com exceções), para a maioria, é muito difícil trabalhar em equipe, dividir tarefas, fazer algo em conjunto, e, quanto às técnicas mateiras, são excelentes ferramentas porque ao mesmo tempo em que transmitem conhecimentos específicos, estimulam o espírito aventureiro, permitem a realização de diversas tarefas e atividades sob condições adversas, desenvolve a rusticidade, a coordenação motora, entre outras, o que, em última análise, podem contribuir para o aumento da autonomia de cada um.
Logo no início do mês foi feita uma reestruturação das patrulhas escoteiras, procurando maior “equilíbrio” do grau de autonomia de seus membros e colocando nas funções de monitores aqueles que demonstram um pouco mais de compreensão e autonomia. Num primeiro momento, tudo indica que o caminho tomado foi proveitoso. Alguns jovens ainda estão em fase de adaptação às novas patrulhas, mas, a tendência, ao logo do tempo parece ser de crescimento. 

 


Exceto o jogo do Kim das Convenções Cartográficas, que teve um enfoque mais técnico, os jogos e dinâmicas realizadas no mês procuraram unir e integrar o grupo, estimulando a participação coletiva e a interação entre os jovens e a vivência da Lei Escoteira. A tendência é manter esse trabalho, procurando sempre incrementar e aprimorar os jogos de forma a serem atrativos e divertidos, mas, sempre buscando o entrosamento, a cooperação mútua e a participação de todos no grupo.
As atividades realizadas pela tropa escoteira puderam despertar o interesse e a participação da maioria, o que nem sempre é possível. Foi iniciado também um trabalho baseado na Ordem Unida, que, apesar de demonstrar grandes dificuldades da maioria, principalmente por executar movimentos em conjunto, poderá, ao longo do tempo, contribuir para com o desenvolvimento da disciplina, da atenção e concentração, melhoria da coordenação motora, e, principalmente, da união e espírito de corpo. Inicialmente, a Ordem Unida está sendo aplicada semanalmente para a tropa escoteira, em seções curtas entre uma e outra atividade.



Com a Tropa Sênior foram desenvolvidas atividades voltadas à navegação com a utilização de bússola, e à construção de pioneirias em miniatura. 



De modo geral, as atividades foram realizadas a contento e demonstraram que as atividades mais técnicas despertam grande interesse nos jovens, ao mesmo tempo em que ajudam a trabalhar diversos aspectos. Assim, é importante continuar utilizando tal ferramenta, sempre procurando realizar atividades atraentes, variadas e progressivas, conforme o método escoteiro.